A catarata é uma doença ocular caracterizada pela perda de transparência do cristalino, que distorce e embaça a visão, podendo causar cegueira. Conheça alguns fatores de risco:⠀
– Idade;
– Inflamações oculares;
– Diabetes;
– Tabagismo;
– Excesso de exposição ao sol por anos;
– Trauma ocular;
– Uso prolongado de corticoides;
– Cirurgia ocular prévia.
Algumas doenças, como rubéola, sífilis ou toxoplasmose durante a gravidez, podem fazer com que o bebê nasça com catarata congênita. Os seus principais sintomas são visão mais embaçada/distorcida, imagens que parecem ter cores desbotadas, percepção de halos claros ao olhar para a luz e olhos mais opacos, entre outros.
Dentre todos os fatores de risco, o principal é a idade em função do envelhecimento do cristalino dos olhos. Por isso essa é uma doença tão comum em idosos. Porém, há vários tipos de catarata com causas diferenciadas que iremos abordar abaixo:

Catarata Senil – É o tipo mais comum da doença. Costuma se manifestar em pessoas acima de 55 anos de idade e a sua principal causa é o envelhecimento.

Catarata Traumática – Ocorre após algum trauma ou acidente ocular e geralmente se manifesta em apenas um dos olhos.

Catarata Diabética – Pessoas diabéticas têm mais chances de serem acometidas pela catarata. Esse tipo da doença costuma se manifestar de forma precoce – antes dos 55 anos – e provoca a perda da visão de maneira mais acelerada do que no tipo mais comum da catarata.

Catarata Medicamentosa – O uso excessivo de medicamentos também pode causar a catarata, principalmente os corticoides, quando usados por longos períodos.

Catarata Congênita – A catarata congênita pode ser causada por problemas genéticos e também por doenças que a mãe transmite para o feto, principalmente durante os três primeiros meses da gestação, o período mais sensível da gravidez.

Para mais informações sobre a doença, agende sua consulta aqui pelo site, pelo whatsapp 99032-2970 ou ligue para 2494-6656.

Em que posso ser útil?
Envia mensagem